11
nov/18

Quando os sonhos se frustram

Quando minha primeira filha estava com um ano e meio, lembro de te-la encontrado toda entusiasmada brincando com uma canetinha. Sua felicidade durou até eu ver que ela tinha riscado o lençol, meu vestido e toda sua roupa em apenas alguns milésimos de segundos.

Tirei a canetinha da mão dela.

Seus olhinhos para mim, me comunicavam que seu desejo era continuar riscando tudo ao seu redor e seu próximo passo seria a parede do quarto se não tivesse sido impedida.

Com esta simples atitude, pensei como essa historinha se assemelha a vida que nós vivemos, referente aos sonhos. Quantos de nós não temos vontades e anseios para conseguir as coisas, mas muitas vezes não pensamos se realmente estamos preparados para alcança-los. É preciso sondar nossas motivações antes de atingirmos o desejado, pois aí teremos mais maturidade para lidar com as conquistas de nossas vidas.

Todos querem atingir o sucesso e o destaque profissional ou financeiro, mas motivações podem ser boas no início, enquanto a pessoa está começando, porém, quando o reconhecimento começa a vir, a pessoa se esquece de sua humildade e passa para um estágio de mais orgulho, mudando suas mais puras convicções. Daí a própria vida se encarrega de trazer algumas derrotas temporárias que farão a pessoa se rever novamente. A linha entre a humildade e nosso orgulho é tão tênue que se não estivermos atentos a nós mesmos, tendemos a ignorar os pequenos sinais de mudança.

Assim como minha filha não estava pronta para lidar com uma canetinha, assim também Deus age nas nossas vidas quando adia nossos sonhos a ponto de parecer que eles nunca vão se realizar. Estamos tão focados em conseguir e conquistar, que esquecemos de avaliar se estamos de fato preparados para atingir nossos sonhos.

Muitas perdas de negócios, objetos e de pessoas vem por este propósito.

Quando algo der errado na sua vida ou quando tudo parece empacar, pense em suas reais motivações e tente conserta-las se estiverem erradas. Pense que tudo o que acontece é para nosso bem e se ainda não ocorreu, talvez foi porque a situação é responsável por te ensinar coisas e refinar sua personalidade, treinar sua paciência, sua sabedoria e até mesmo, sua persistência.

Nada ocorre sem fazer um sentido que somente quando formos mais velhos perceberemos que aquilo teve um objetivo maior e que terá valido a pena cada espera, cada frustração e cada angústia.

Deus frusta nossos sonhos inferiores, para que os sonhos superiores dele aconteçam em nossa vida.

VOLTAR

Karine Rizzardi
CRP 08/09524
A autora é psicóloga especialista de Casais e Família

De acordo com a lei 9610 de 19/02/1998, este conteúdo está protegido. É autorizada a sua reprodução, desde que seja feita de maneira integral e citando a autoria/link original.
Rua Vicente Machado, 1587 (Anexo ao Centro Dermatológico de Cascavel)